Médicos que atuam em unidades de saúde (postos, UPAs, prontos-socorros e hospitais, entre outros) que oferecem assistência a casos confirmados e suspeitos de COVID-19 poderão informar falhas na infraestrutura de trabalho oferecida por gestores (públicos e privados) aos Conselhos de Medicina de todo o País.

Nesta segunda-feira (30), entra em operação uma plataforma online na qual o profissional poderá comunicar a situação que encontrou em seu local de trabalho.

Texto respeitosamente republicado a partir do site da CFM.

Leia a matéria completa no site da Entidade: 
https://ambr.org.br/medico-pode-informar-falta-de-epis-e-falhas-na-infraestrutura-de-atendimento-em-plataforma-on-line-criada-pelo-cfm/